Skip to content


Tenho dúvidas se funcionaria aqui

O problema é que as qualidades descritas na reportagem não combinam com as da maioria dos brasileiros. Somos mal vistos no mundo inteiro pelo comportamento nos jogos online.

Jogo alguns e reconheço, somos um bando de despreparados para conviver socialmente, mal educados, arrogantes. Tratam gringos em nossas salas com uma falta de civilidade fora do comum.

Nos achamos a última bolacha do pacote e, quando nos deparamos com um adversário melhor, sacaneamos, atrapalhamos o jogo para que ninguém ganhe.

Creio que essas não serão as melhores qualidades vistas pelos empregadores.

Paixão por videogame vira diferencial para candidatos a emprego nos EUA

Publicado em Coluna Capital Digital, Internet.


Web Analytics