Skip to content


Reclama com o seu filho ou neto, vai?

Como disse no Facebook o colega Guido Orlando: “celular e uma praga, ninguém conversa mais”.

Publicado em Coluna Capital Digital, Internet.


Só para lembrar os desmemoriados

Rede social, não importa qual, é sempre boa para a gente conhecer a ética tão propagada hoje pelas pessoas e que serve até como bandeira de luta política, seja qual for o partido.

Por exemplo, se lembram do ex-assessor da Casa Civil no Governo Lula (Dilma era ministra na época) Jairo Klepacz?

Que vivia dando pitacos na área de TICs e chegou a ser secretário no Ministério do Desenvolvimento para tratar de questões do setor?

Pois eis que ele ressurge do limbo político em que se encontra, informando que “gostou” de um artigo do jornalista Ricardo Amorim (Manhattan Connection), no qual tece suas críticas ao populismo de certos líderes políticos.

*Entre os citados, pelo menos em foto: Luiz Inácio Lula da Silva, seu antigo “patrão”.

Publicado em Coluna Capital Digital, Política.


Verizon vai comprar Yahoo mais barato por conta de ciberataques

Segurança

Fato inédito para mim. Nunca tinha ouvido falar que empresas negociavam o risco futuro de indenizações por ataques cibernéticos, de forma tão aberta como está ocorrendo nesse processo de compra pela Verizon.

Fonte: Verizon vai comprar Yahoo mais barato por conta de ciberataques

Publicado em Coluna Capital Digital.


Trabalhadores de TI de São Paulo avaliam possibilidade de greve

Carreira

Fonte: Trabalhadores de TI de São Paulo avaliam possibilidade de greve

Publicado em Coluna Capital Digital.


Corre, porque o chefe do Deinf pode gastar até R$ 1 milhão

Saiu hoje no Diário Oficial da União a Portaria do Banco Central nº 92.558 , na qual fica subdelegada para os chefes de departamentos, entre eles, o de Informática (Deinf), a competência para autorizar a celebração ou prorrogação de contratos relativos as atividades de custeio no valor até R$ 1 milhão.

Os gerentes regionais ou chefes adjuntos dos departamentos também terão competência para celebrar ou prorrogar contratos cujo valor não exceda a R$ 500 mil.

A portaria exclui os casos de autorização para celebrar ou prorrogar contratos de
locação, de qualquer natureza. E convalida todos os atos que foram praticados pelos chefes dessas unidades e os Gerentes Administrativos Regionais, ocorridos entre 12 de janeiro de 2017 até hoje, data de publicação desta Portaria.

* Agora é correr para o Banco Central e ficar amigo dessa turma.

Publicado em Coluna Capital Digital, Informática.


Contra o discurso caótico de Trump sobre imigração

Publicado em Coluna Capital Digital, Internet, Política.


CGI.br endossa Kassab, para quem franquia na internet é exclusão social

Internet

Fonte: CGI.br endossa Kassab, para quem franquia na internet é exclusão social

Publicado em Coluna Capital Digital.


Assim foi e assim será

Para um país que foi às ruas pedir a deposição de uma presidenta legitimada pelo voto, deixar de ter História como disciplina obrigatória é bem apropriado. É uma forma de no futuro todos deixarem de saber sobre esse período sombrio que o país passou.

Se os que hoje foram às ruas pedir tal coisa, pois não aprenderam nada com ela no passado recente, imaginem seus filhos e netos daqui a 30 anos, quando não serão obrigados a conhecê-la?

Publicado em Coluna Capital Digital, Política.


O outro “japonês da Federal”

Descobri que tem outro japonês trabalhando na Polícia Federal e o seu trabalho não é menos importante que o do seu xará que foi às ruas prender envolvidos na Operação Lava Jato.

Trata-se de Marcelo Hiroshi Yamamoto, lotado na Superintendência da PF no Paraná, que tal como um “ninja”, age nas sombras em busca de informações comprometedoras dos envolvidos no maior esquema de corrupção do país.

Brincadeiras à parte, Marcelo Yamamoto é um agente administrativo que acaba de publicar um aviso de pregão eletrônico da PF paranaense, que visa a “aquisição de material permanente equipamentos e software de alto desempenho para decifragem de arquivos, placas gráficas de processamento matemático para estações de decifragem de arquivos, hardware e software para recuperação de dados em mídias danificadas, servidores em rack e estrutura de rede de alto desempenho para processamento de evidências digitais“.

O referido pregão começou hoje a receber propostas das empresas interessadas e a abertura das propostas será no próximo dia 22. A PF tem pressa em conseguir o tal software e os equipamentos.

* Imaginem a quantidade de discos rígidos apagados que terão as informações recuperadas pela PF na Operação Lava Jato?

OBS – para as empresas interessadas, segue o aviso de licitação:

Publicado em Coluna Capital Digital, Informática.


Porque o momento atual exige

Publicado em Coluna Capital Digital.